04 novembro 2009

JESUS VEIO E VOLTARÁ...... Mateus 24:36-51

-->

O início do fim começou com o nascimento e ministério de Jesus Cristo, cujo encerramento na terra deu-se no dia da sua ASCENSÃO, ou seja, o seu retorno ao céu, ao seu trono, à sua glória eterna, característica essencial da sua pessoa (veja: Atos 2:32,33; João 17:5; Filipenses 2:5-10; Atos 1:1,2,8-11).
            Jesus é o centro da história terrena. As pessoas perdidas jamais conseguem ver isso, mesmo sendo possuidoras de vasta cultura terrena (cultura intelectual). Também os crentes com pouca instrução bíblica- profético-teológico não percebem  que todos as coisas convergem para Jesus. Ele é o centro de tudo o que diz respeito à vida e o futuro do homem (leia João 1:1-5,9-14; 3:18,19 e Filipenses 1:10).
            Tanto pela Bíblia como pela história, é fácil perceber que Jesus é o centro da história terrena. Todas as pessoas vivem diariamente confrontadas com Jesus Cristo (rejeitam-no, desprezam-no ou aceitam-no como o Senhor das suas vidas) e todos terão que se confrontar com Ele em duas outras circunstâncias – no momento da morte e no dia do Juízo (confira Romanos 14:7-12; II Coríntios 5:10; Mateus 25:31,32; Hebreus 9:27,28).
            A primeira vinda de Cristo, que se deu com seu nascimento em Belém da Judéia (Mateus 2:1-11), dividiu a historia da humanidade, e agora para estudar história precisa dizer se é ANTES ou DEPOIS DE CRISTO (ac. ou dc.).
            E agora, a segunda vinda de Cristo irá não apenas dividir a história, mas irá dar fim à história da vida na terra e declarar o destino eterno de todas as pessoas, será o selo do inferno eterno para todos os que não creram nEle e não o fizeram Senhor das suas vidas, e o selo da glória do céu para todos os que se curvaram diante dEle, e o serviram nesta vida (Mateus 25:31-34,41; Filipenses 2:5-11; Hebreus 9:28).
            A última coisa do plano eterno de Deus é a reunião da sua Igreja, e Jesus veio para que isso pudesse acontecer, e Ele só não voltou ainda porque está aguardando o dia quando Ele (a Igreja) se completará (II Pedro 3:9).

ISSO É COM VOCÊ, PRESTE BASTANTE ANTENÇÃO


            Em várias das muitas vezes que Jesus falou acerca da sua volta e o fim do mundo, Ele passou a idéia de que os seus contemporâneos já estavam no fim. Essa expectativa está em todo o novo Testamento. Em vários lugares a idéia imediata é de que Jesus voltaria enquanto aquela geração de 2000 anos passados ainda estivesse viva, confira em : Mateus 16:28; João 21:20-23; Hebreus 10:37; I Coríntios 15:51, etc.

            Mas o fato é que, desde a primeira vinda de Jesus cada pessoa vive no FIM, e é inquestionável que cada um de nós VIVE o nosso próprio fim no mundo terreno. A morte determina esse fim e define e sela a nossa eternidade. Ninguém que morre voltará a viver na Terra (Hebreus 9:27), mas imediatamente irá para a eternidade no céu ou no inferno, Lucas 16:19-31.

            É um fato, o fato de que cada dia nosso é o fim, veja Tiago 4:13-15; Salmo 90:3-12. Ninguém, nenhum de nós pode garantir que amanhã estará vivo. Na prática, pela insensatez das pessoas, vivemos como se ainda tivéssemos uma eternidade na terra; mas de fato, agora e a cada segundo está sendo o “fim do mundo”, de muitas pessoas e o nosso poderá chegar a qualquer instante.
            Além disso, o ensino bíblico e de que o Senhor Jesus deseja que os seus servos (a sua Igreja) vivam na EXPECTATIVA DE QUE A SUA VOLTA E O FIM DO MUNDO SE DARÁ A QUALQUER MOMENTO.

OS SINAIS DA VOLTA DE CRISTO


            Os Capítulos 24 e 25 de Mateus, juntamente com os textos paralelos de Marcos 13 e Lucas 21, são as porções mais esclarecedoras das Escrituras acerca da volta de Jesus. Em outros  livros o assunto é tratado também, mas é nestes, e a partir deles que temos a base para a compreensão de todo o ensino acerca de tão importante fato.
            Os capítulos 24 e 25 de Mateus surgem em resposta a uma pergunta que os discípulos fazem a Jesus, Mateus 24:3, a pergunta é: “Quando acontecerão essas coisas e que sinal haverá da Tua vinda e do fim do mundo”, a pergunta deles decorre do que ouvem de Jesus em Mateus 23:37-39 e em 24:1-2. Estes dados são as respostas que Jesus lhes dá e nos mostram:

1 – Que eles já tinham conhecimento dos assuntos que estavam perguntando a Jesus. Queriam mais esclarecimentos a respeito;

2 – O que desejam saber é: QUANDO e QUE SINAL HAVERÁ;

3 – Os assuntos são três:
1° - A destruição de Jerusalém (Mateus 23: 38 e 24:1-2)
2° - A segunda vinda de Jesus (Mateus 24:2)
3° - O fim do Mundo (Mateus 24:2). O fim do mundo ou a consumação dos séculos, “acompanha a segunda vinda de Jesus”.
            Nesses dois capítulos Jesus lhes dá as três respostas. É por isso que para compreendermos bem cada versículo precisamos ter em mente isso – Jesus está respondendo e orientando acerca da destruição de Jerusalém, da sua segunda vinda e do fim do Mundo. Os três assuntos pertencem um ao outro, sendo o julgamento e destruição de Jerusalém apenas um testemunho e um passo na direção da consumação final. Vamos olhar para o texto todo. Abra a sua Bíblia e observe:

1 – Mateus 24:4-8, Jesus fala de varias situações que não são necessariamente sinais, MAS PRINCÍPIOS DAS DORES, relacionados tantos com a destruição de Jerusalém, como com a sua volta e que logicamente estariam presente durante todo esse tempo, desde aqueles dias até ao dia da sua volta sendo que, com o passar dos anos o volume dessas coisas aumentaria;

2- Mateus 24:9-13, Jesus mostra situações que sempre acompanhariam a história da igreja (II Timóteo 3:12), mas que seriam agravadas com a proximidade dos dois acontecimentos – a destruição de Jerusalém e a sua segunda vinda;

3 – Mateus 24:14, temos os primeiros sinais especifico acerca do fim – A PREGAÇÃO DO EVANGELHO NO MUNDO INTEIRO;

4 – Mateus 24:15-28, que nos leva a três situações interligadas num mesmo sinal:

a) No verso 21 Jesus nos diz que nesse  tempo haverá “UMA TRIBULAÇÃO TÃO GRANDE, como nunca houve desde o principio do mundo, nem jamais haverá”. Atente para o verso 21. Tal tribulação aconteceu para os judeus não convertidos de Jerusalém, porque os crentes fizeram o que Jesus disse no verso 16; os versos 15-20 se referem exclusivamente à situação de Jerusalém. Do verso 21 ao 28, referem-se as duas situações, mas especialmente aos acontecimento que antecederão à volta de Jesus;
b) Trazendo essa grande Tribulação e junta a ela, virá à chamada GRANDE APOSTASIA, ou seja, a frieza e indiferença; abandono de fé Cristã, para seguir a outras doutrinas e falsos profetas e para o Mundo e para as coisas terrenas; etc. Veja Mateus 24:10-12; 24-26; Lucas 17:26-37. neste tempo, os que não forem crentes verdadeiros não permanecerão Mateus 24:13;
c) Ainda, trazendo a GRANDE TRIBULAÇÃO e provendo os meios para a GRANDE APOSTASIA, aparecerá o ANTICRISTO  reinando em toda a terra. O texto que o descreve com mais detalhes é II Tessalonicenses 2:1-12. compare com Mateus 24:21-26. Esses três acontecimentos - Tribulação, Apostasia e o Reino do Anticristo, estão dentro do pouco tempo concedido a Satanás conforme Apocalipse 20:3.

5) O SINAL DO CÉU – o abalo global da natureza Mateus 24:29-30;

6) As guerras, a fome e os terremotos Mateus 24:6-7, não são sinais objetivos ou específicos acerca da volta de Jesus e do fim do mundo, porque desde muitos séculos antes de Cristo, tais coisas têm acontecido em grandes proporções, todavia, com o princípio das dores tais coisas estarão presentes em grande escala, num tempo quando a sociedade se achará muito capaz para solucionar os seus problemas – tais coisas virão como JUÍZO DE DEUS SOBRE A INCREDULIDADE DA HUMANIDADE;

7) O restante da resposta de Jesus em Mateus consta de cinco parábolas e mais uma em Marcos, para enfatizar, de diversas formas, a necessidade de VIGILÂNCIA CRITERIOSA, para aguardar a sua segunda vinda e o fim do mundo. Ei-las;
1° O pai de família - Mateus 24:43,44;
2° O servo fiel – Mateus 24:45-51;
3° As dez virgens – Mateus 25:1-13; 
4° Os talentos -  Mateus 25;14-30;
5° As ovelhas e os bodes -  Mateus 25:31-46; e em Marcos 13;35-37 o Porteiro.
           
Preste atenção em Mateus 24:35 e observe e vivencie Hebreus 3:12-14.


RECOMENDAÇÕES FINAIS

Muitos crentes que amam ao Senhor serão mortos (Martirizados) durante a ação direta do anticristo nos dias imediatos à volta de Jesus Apocalipse 6:9-11 e 7:9-17. Para eles a morte será um grande premio, como sempre foi para todo crente sincero, que ama a vida, para servir ao Senhor na Terra, e que aguarda a morte para estar com o Senhor – Filipenses 1:20-23. Mas, muitos crentes serão preservados para o dia da volta de Jesus – Lucas 21:17-20, 36. Por isso prepara-te para encontrares com o teu Deus, e seja uma testemunha fiel até a morte.

2 comentários:

  1. MUITO BEM ELABORADO..

    ResponderExcluir
  2. Maravilha
    Esse comentario me ajudou muito
    Deus abençoe grandemente

    ResponderExcluir

Comente...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 renata massa